Aplicativos e sites para vender coisas usadas e fazer uma renda extra

É possível vender de tudo um pouco, desde roupas e acessórios até móveis e imóveis

Os sites e aplicativos de compra e vendas online aumentaram muito nos últimos anos.

Existe um mix entre a necessidade de se fazer uma grana extra e o desapego de coisas que já não usa mais, o resultado é repassar o produto para outras pessoas que tenham interesse e ainda lucrar com isso. 

Listamos aqui alguns sites e aplicativos que são excelentes para este tipo de negócio.

OLX

É quase impossível pensar na OLX sem lembrar do jingle “Desapega, desapega, OLX!”. O marketplace já chegou deixando sua ideia principal: o desapego.

O site é uns dos principais meios para comprar e vender coisas usadas na internet e é possível negociar praticamente todos os tipos de produto como roupas, calçados, acessórios, celulares, computadores, carros e até casas. 

Se você for o vendedor, deixe o maior número de informações possíveis sobre o produto na descrição.

Assim, os interessados terão as dúvidas sanadas logo de cara e só irão prosseguir com o negócio se realmente estiverem interessados, evitando perguntas que podem ser respondidas na descrição. 

Por ser muito popular e aberto a qualquer usuário, é preciso ter alguns cuidados ao fechar negócio pelo site. Orienta-se que o produto só seja entregue mediante pagamento e vice-versa. 

Enjoei

O Enjoei é outro site para vender coisas na internet, porém, este mais voltado para vestuário e acessórios.

Funciona praticamente com um brechó, onde as pessoas vendem roupas, calçados e acessórios usados e em bom estado. Mas também é possível encontrar produtos novos lá, então não se assuste se achar roupas com etiqueta. 

Apesar de os produtos principais serem para vestuário, no Enjoei também  se vende eletrônicos e produtos de decoração.

Então se você tiver aquela roupa que tá “novinha” mas você já não usa mais, ou um celular que deseja trocar por um novo, anuncie no site e faça uma grana. 

A parte não tão boa é que o site cobra R$ 2,15 pelo anúncio e 20% do valor do produto em comissão. Mas, de todo modo, é melhor ser taxado do que ficar com o produto encalhado, não é mesmo?

Mercado Livre

Ao fazer uma breve pesquisa por algum produto no google, você possivelmente já recebeu indicações de vendas no Mercado Livre.

O Marketplace oferece os mais diversos tipos de produtos, novos e usados, de diversas lojas e também vendas de pessoas físicas. 

Assim como o OLX, no Mercado Livre é possível vender de tudo, desde grampos até carros e motos. Uma das categorias de produtos mais procurada é a de eletrônicos como celulares, notebooks e tablets.

Devido ao alto custo de alguns produtos, muitas pessoas optam pela compra de usados na internet

Tradr

Inspirado no Tinder, que é um aplicativo de relacionamento, o Tradr funciona com a mesma ideia, porém para compras, venda e doação de roupas, calçados e acessórios usados.

Pelo aplicativo, os interessados em vender algum produto na internet criam um perfil e expõe o produto, que passará no feed de várias pessoas até que os interessados dêem match.

Atualmente, o app só está disponível para iOS.

Skina

O Aplicativo de vendas online Skine tem uma peculiaridade muito interessante: vender para quem está perto.

O app usa o GPS do seu celular para mostrar os interessados na compra, que também usam o aplicativo, que estejam em um raio de 3 km.

A ideia é facilitar a venda do produto, uma vez que elimina um dificultador de finalizar o negócio que é o frete. O aplicativo também disponibiliza um chat para que vendedor e comprador possam conversar.

O app, porém, tem algumas restrições de produtos que podem ser vendidos por meio dele, não sendo permitida a venda de carros, motos, caminhões, ônibus, barcos, animais de estimação ou prestação de serviços ou produtos de cunho sexual. 

Esses aplicativos de venda de coisas usadas na internet podem facilitar bastante a comercialização dos produtos e gerar uma renda extra.

Mas é sempre importante confirmar os dados do comprador e do vendedor para não cair em golpes. Desconfie de ofertas atrativas demais e de pessoas que querem fazer qualquer tipo de negócio. 

7 Dicas de Como Comprar Passagens Aéreas Baratas

Dicas importantes para você não cair em golpes no WhatsApp