A italiana Daniela Carnassale, 32, veio ao Brasil em agosto deste ano para integrar o programa do Instituto Amani em Gestão de Inovação Social, e de quebra aceitou um convite de nos ajudar a pensar um sistema de gestão do conhecimento. A ideia como um todo, segundo ela, é fortalecer suas habilidades e experiências adquiridas até agora e trazer mudanças inovadoras e disruptivas para o setor de impacto social.

Com previsão de estada no país de quatro meses, Daniela conta nesse vídeo, gravado em inglês, já que ela ainda não fala português, um pouco da sua trajetória profissional e suas expectativas ao se juntar à equipe da Move Social. “Quero muito contribuir e aprender mais sobre os métodos de avaliação de impacto e monitoramento usados pela Move, além de trocar experiências, e entender melhor a área social no Brasil. Estou bem feliz por esta oportunidade”.

Daniela mantém residência na Suíça, onde trabalha como gerente de projetos e comunicações no departamento de Bancos e Finanças da Universidade de Zurique. É responsável por várias pesquisas na área de Finanças Sustentáveis. Também passou 6 anos em Bruxelas (Bélgica), onde trabalhou como gerente de projetos em consultorias que atuam no campo da cooperação para o desenvolvimento, financiados pela Comissão Europeia, Banco Mundial e Banco Europeu de Investimento. Fora isso, ela tem experiência com missões de monitoramento e avaliação em países em desenvolvimento da Ásia Central e Oriental, África e Caribe. É formada em Relações Internacionais, com mestrado em Economia Internacional pela Universidade de Roma, La Sapienza.